Di Lua | Inspirando você a viajar mais e viver experiências transformadoras

O Blog Di Lua te ajuda a planejar todas as etapas de sua viagem, desde a tirar passaporte até o que fazer em diversos lugares. Dicas de Viagem e Roteiros

Complexo do Barreiro, Hotel Tauá e fonte Dona Beja em Araxá

O Complexo do Barreiro, onde está localizado o famoso Hotel Tauá e a Fonte Dona Beja, é a principal atração turística de Araxá. A cidade do triângulo mineiro, localizada a 500km de Goiânia, tem seu início entre 1770 e 1780, sobretudo com o surgimento das primeiras fazendas da região. 

A 5km do centro de Araxá, o Complexo do Barreiro atrai milhares de visitantes anualmente, procurando pelas águas de poder medicinal. O local é tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (IEPHA).

História do Complexo do Barreiro

O Complexo do Barreiro tem 450 mil metros quadrados e é formado pelo Hotel Tauá, as Termas, Fonte Andrade Júnior (água sulfurosa), Fonte Dona Beja (água radioativa), Ruínas  Hotel Rádio, Hotel Colombo, Hotel da Previdência. Ademais, bosques, lagos, capelas e jardins também fazem parte do Complexo.

Complexo do Barreiro, Hotel Tauá e fonte Dona Beja em Araxá lary di lua
Ruínas do Hotel Rádio

A descoberta de águas com grande quantidade de sais foi realizada por fazendeiros da região ao levar o gado para beber água. Assim, um estudo geológico foi realizado no local em 1886, além de análises clínicas na água. Posteriormente, após verificar os poderes medicinais da água do Complexo, banhos para fins terapêuticos foram receitados a um paciente tuberculoso.

Em 1890, foi apresentado à Academia Nacional de Medicina um trabalho intitulado ‘Estudo das Águas Minerais, aumentando assim o interesse pelas águas do Barreiro. Após estudos, ficou constatado que ocorreram diversas transformações geológicas profundas no Complexo do Barreiro há 80 milhões de anos. Dessa forma, o local com características vulcânicas, passou a atrair várias pessoas em busca de tratamento medicinal.

Hotel Tauá

Na década de 20, o Complexo do Barreiro já era visitado pela elite mineira. Na década seguinte, a política de interiorização do governo Getúlio Vargas levou a implantação do Grande Hotel (hoje Hotel Tauá), que sediou inúmeros eventos e festas. Seu luxuoso cassino funcionou entre 1944 e 1946, quando o hotel foi fechado.

O Hotel foi reaberto em 2002, mas manteve preservado seus grandes salões,  cinema, lustres de cristal  e até móveis originais, como cortinas aveludadas, espelhos, sacadas.

É possível conhecer todo o Hotel Tauá, bem como sua história,  por meio de uma visita guiada, que ocorre diariamente pela manhã e a tarde. Em 2017, durante minha viagem à Araxá, fiz o passeio e paguei R$25. A visita dura aproximadamente 1h.

Termas

Suas famosas termas ganharem um espaço especial, independente do hotel, que funciona como um spa. Com 125 metros de comprimento e 67 de largura, distribuídos em três pavimentos, o local recebeu influência das antigas termas romanas.

A entrada principal possui uma rotunda de 17 metros de altura, finalizada num domo translúcido e iluminada por vitrais, que contam a história da Estância do Araxá. O trabalho do artista belga Frank Urban retrata desde vulcões, animais pré históricos, índios, descoberta da águas sulfurosas até os primeiros banhistas das Termas.

São ofertados no local tratamentos relaxantes, estéticos e medicinais, como banhos terapêuticos de águas sulfurosas e de lama, massagens e acupuntura.

Fonte Dona Beja

Era nesta fonte que a personagem mais importante de Araxá se banhava. De acordo com alguns estudos, Dona Beja foi responsável pela indexação do território do Triângulo Mineiro à Capitania de Minas Gerais em meados de 1814, quando a região pertencia à Goiás.

A fonte está localizada entre rochas vulcânicas, em um local onde brota a água radioativa e mineral. Segundo especialistas, as águas atuam não só no tratamento de doenças respiratórias, mas também à pele, cabelos e organismos de forma geral. 

A gruta, em forma de emanatório, é decorada por azulejos brancos e azuis retratando cenas de banho de Dona Beja.

Visita ao Complexo Barreiro

Com exceção das dependências do Hotel Tauá e das Termas, todas as áreas do Complexo Barreiro podem ser visitados gratuitamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Voltar ao topo