Di Lua | Inspirando você a viajar mais e viver experiências transformadoras

O Blog Di Lua te ajuda a planejar todas as etapas de sua viagem, desde a tirar passaporte até o que fazer em diversos lugares. Dicas de Viagem e Roteiros

Quatro cidades históricas de Goiás que são Patrimônio Cultural Brasileiro

Quatro cidades históricas de Goiás lary di lua

O Estado de Goiás conta com quatro cidades históricas que tem seus conjuntos urbanos tombados como Patrimônio Cultural Brasileiro pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). São elas: Cidade de Goiás, Pirenópolis, Corumbá de Goiás e Pilar de Goiás.

De acordo com COSTA e STEINKE (2013), é considerada cidade histórica toda aquela cuja particularidades geográficas, históricas e artísticas influenciaram o processo de formação do território.

Cidades históricas de Goiás tombadas

A Cidade de Goiás e Pirenópolis, são tidas como as principais cidades históricas do estado. A primeira é tombada como Patrimônio Histórico e Cultural Mundial pela UNESCO (2001). Já a segunda, por conta de sua diversidade cultural e natural. 

As duas cidades tiveram grande importância na mineração do ouro em Goiás. E como foram as primeiras a serem tombadas pelo Iphan, atraíram, assim, atenção para Corumbá e Pilar.

Cidade de Goiás

Cidades históricas de Goiás tombadas lary di lua

A Cidade de Goiás, a 148 Km de Goiânia, foi fundada em 1727 por Bartolomeu Bueno da Silva Filho, como Arraial de Sant’Anna. Nove anos depois, o Arraial foi elevado à condição de vila administrativa, em 1736, já com o nome de Vila Boa de Goyaz. Ela pertencia à Capitania de São Paulo. Ela foi uma próspera cidade do ciclo do ouro, sendo capital do estado até a fundação de Goiânia, em 1933. 

A arquitetura colonial da cidade é composta por 10 igrejas, cinco museus, praças, escolas e a Cruz do Anhanguera (como era conhecido Bartolomeu). O conjunto arquitetônico foi preservado, principalmente, por causa do tombamento do Iphan e da Unesco. Sendo assim, considerada a principal cidade histórica do estado. Saiba mais sobre a cidade aqui.

Pirenópolis

Localizada a 120km de Goiânia e a 150km de Brasília/DF, Pirenópolis foi fundada em 1727 as margens do Rio das Almas após descoberta minas de ouro na região. Entre o século XVIII e XIX, a cidade foi um importante centro urbano do Estado. Dessa forma, a mineração, comércio e agricultura (destaque para o algodão) eram as principais atividades econômicas. Ela foi tombada como Patrimônio Histórico Nacional em 1988.

Com influência do barroco,a arquitetura colonial também vigora nessa cidade histórica.

Corumbá

Igreja Matriz de Nossa Senhora da Penha de França

Corumbá de Goiás, fundada em 1731, é mais uma cidade histórica de Goiás que conserva os traços coloniais em seus casarões e igrejas. O povoamento da cidade teve origem com a intensificação das bandeiras pela região central do Brasil. Dessa forma, paulistas e portugueses em busca de pedras preciosas começaram a se fixar próximos ao pólo de mineração nos Rios Corumbá e Ribeirão Bagagem.

A inauguração da capela de Nossa Senhora da Penha de França, em 1734, fez com que o povoado se tornasse centro de toda a região do Rio Corumbá e, assim, deu origem à cidade de mesmo nome. Em tupi-guarani, Corumbá significa banco de Cascalho.

Pilar de Goiás

Igreja de Nossa Senhora das Mercês de Pilar de Goiás – Reprodução Iphan

Situada no Vale do São Patrício, a 263km de Goiânia, Pilar de Goiás nasceu em 1736 com o povoamento da região por escravos foragidos. Os quilombolas do Quilombo de Papuã encontraram ali uma grande fonte de ouro, que o ofereceram ao bandeirante João de Godoy Pinto Silveira, em troca de liberdade.

Assim, com a exploração do ouro, muitas pessoas se fixaram na Vila de Papuã. No entanto, na região onde o metal era mais abundante, faltava água, dificultando o processo do garimpo. Então, um dos garimpeiros fez uma promessa à Nossa Senhora do Pilar, de que se naquela região brotasse água ele daria um sino de ouro para a igreja que seria construída. O pedido foi atendido e após o pagamento da promessa, a Vila passou a se chamar Pilar de Goiás.

Com informações de: COSTA, Everaldo Batista, STEINKE, Valdir Adilson. Cidades históricas do estado de Goiás, Brasil: uma agenda de pesquisa. Ateliê Geográfico – Goiânia-GO, v. 7, n. 2, p.164-195, ago/2013

2 comentários em “Quatro cidades históricas de Goiás que são Patrimônio Cultural Brasileiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Voltar ao topo