Di Lua | Inspirando você a viajar mais e viver experiências transformadoras

O Blog Di Lua te ajuda a planejar todas as etapas de sua viagem, desde a tirar passaporte até o que fazer em diversos lugares. Dicas de Viagem e Roteiros

O que fazer em Palmas, a capital mais jovem do Brasil?

Com apenas 31 anos, a capital do Tocantins é a mais jovem do país e, apesar de ser conhecida como porta de entrada para o Jalapão, opções do que fazer em Palmas não faltam.

O que fazer em Palmas, a capital mais jovem do Brasil? lary di lua
Imagem reprodução: Vida de Turista

Palmas foi totalmente planejada e possui arquitetura moderna,áreas verdes e diversas praias de água doce. Além disso, há diversas cachoeiras nas cidades da região metropolitana.

O Tocantins nasceu em 1988, após desmembramento de Goiás, mas sua história tem mais de 300 anos. Diversas etnias indígenas (Karajá, Avá-canoeiro, Javaé, Xambioá, Xerente, Krahô, Krahô Kanela e Apinajé) já viviam na região quando os colonizadores europeus chegaram. O estado, localizado no centro do planalto central, é banhado pelos rios Araguaia e Tocantins, e, embora o cerrado seja a vegetação predominante, é possível também encontrar áreas de Floresta Amazônica e com característica pantaneira. 

Assim, opções do que fazer em Palmas, não faltam. Vejam:

O que fazer em Palmas

Praia da Graciosa

Com uma orla de 520m, a Praia da Graciosa é muito frequentada pelos moradores locais. Possui estrutura com banheiros, quadras de esportes, parques infantis, área de camping, além de bares e restaurantes.

Praia do Prata

Imagem reprodução: Visite Palmas

A 9km da Praia dos Girassóis, é uma das mais famosas de Palmas e fica lotada aos finais de semana à beira do lago. Aberta em 2003, possui estrutura com estacionamento, banheiros, quadras esportivas, área de camping, bares e restaurantes. Além disso, diversos eventos culturais são realizadas no local. Foi a praia que mais gostei quando fui à Palmas em 2005.

Visitar as cachoeiras e Taquaruçu

Cachoeira Escorrega Macaco 2005

A 30km de Palmas, Taquaruçu é um distrito da capital que conta com 82 cachoeiras e rodeada por áreas verdes. O nome de origem indígena significa Taboca Grande e foi dado ao rio que banha a região. Ela surgiu a partir de um ponto de de parada de tropeiros que faziam o trajeto entre Porto Nacional (a 60 km de Palmas) e outros municípios.

Em minha viagem à Palmas em 2005, visitei a Cachoeira Escorrega Macaco e Cachoeira da Roncadeira. Ambas estão localizadas em uma propriedade privada, cujo acesso se dá pela estrada Aparecida do Rio Negro, km 36. A entrada atualmente custa R$10.

A Cachoeira Escorrega Macaco possui uma queda de 55m e não há poço fundo para nadar. Apesar disso, da entrada até a queda são apenas 1500m de trilha de fácil acesso, indicado para pessoas com criança. Já a Cachoeira da Roncadeira, tem uma queda de 70 metros de altura, tendo uma parte mais funda.

Conhecer a Praça dos Girassóis

Palácio Araguaia, sede do Governo, na Praça dos Girassóis

Durante sua viagem à Palmas, não deixe de conhecer a Praça dos Girassóis, a maior da América Latina e a segunda maior do mundo, atrás da Praça Merdeka, em Jacarta, na Indonésia. É nela que está a maioria dos prédios públicos da capital, como o Palácio Araguaia, sede do governo e vários monumentos e estátuas que contam a história do estado.

Ademais, foi na Praça dos Girassóis que a primeira missa do estado do Tocantins foi celebrada, depois de sua fundação em 1988. Além disso, o Centro Geodésico do Brasil (marcando o centro exato do país) também está localizado na Praça.

Comprar peças em capim dourado na Feira do 304 Sul

A Feira do 304 Sul é uma tradicional feira da cidade para você comprar comidas típicas e artesanato local, principalmente o Capim Dourado, e assim contribuir para a economia local (veja mais sobre o turismo sustentável aqui). A feira acontece todas terças e sextas-feiras, a partir das 17h, e também aos sábados a partir das 7h, na Av. LO 5, s/n – Plano Diretor Sul.

Presente em grande quantidade no Jalapão, o Capim Dourado é matéria prima do artesanato característico do estado, tendo sua origem ligada à comunidade do Mumbuca, em Mateiros, a 360km de Palmas. 

Quando visitar Palmas?

Palmas apresenta um clima tropical e é uma cidade quente, com temperatura média de 26.7 °C. Portanto, evite ir entre setembro e outubro, os meses mais quentes. Já entre novembro e abril são os meses mais chuvosos. Dessa forma, os meses mais indicados para conhecer a capital tocantinense é de maio a agosto. Em 2005, quando fui, viajei no mês de maio e peguei uma chuva fina apenas durante uma noite.

Onde se hospedar

Ainda não é o momento para viajar, mas caso esteja planejando conhecer Palmas após a pandemia, quando for seguro viajar, as regiões mais indicadas são:

Região do Centro – É o local mais indicado para hospedagem pela grande oferta de hotéis e pela proximidade com a Praça dos Girassóis. Há bons restaurantes, bares, e lojas no local.

Região nordeste – É uma areia mais residencial, com bancos, comércio e farmácias. Não há tanta oferta de hospedagem, porém tem como principal atrativo o Museu Histórico do Tocantins.

Região noroeste – É um local mais residencial às margens do Rio Tocantins e próximo do Shopping Capim Dourado e o Parque Sussuapara. 

Região Sudoeste – É onde está a Praia da Graciosa e o Palmas Shopping. É um local mais indicado para quem pretende passar mais dias na praia. Tem boa oferta de restaurantes.

Região Sudeste – Também é um local mais residencial, apesar de ter um bom comércio e ter como atrativos o Parque Cesamar e o Bosque dos Pioneiros.

E você, já conhece Palmas? Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Voltar ao topo