Di Lua | Inspirando você a viajar mais e viver experiências transformadoras

O Blog Di Lua te ajuda a planejar todas as etapas de sua viagem, desde a tirar passaporte até o que fazer em diversos lugares. Dicas de Viagem e Roteiros

Criaturas Fantásticas: O Basilisco existe de verdade?

O Basilisco é originário da Grécia e é conhecido como o Rei das Serpentes. Ele pode alcançar até quinze metros de comprimento e mais de 900 anos. Seu principal modo de matar é através dos olhos amarelos, que petrifica quem olhar diretamente para eles. Além disso, também possui presas bastante venenosas.

A grande cobra, que se alimenta de mamíferos e aves, nasce de um ovo de galinha, chocado por uma rã. O basilisco geralmente está associado à um bruxo das trevas. No entanto, somente ofidioglotas (quem fala língua das cobras, como Voldemort e Harry Potter) conseguem o controlá-lo. A única criatura que sobrevive ao seu olhar é a fênix.

De acordo com Newt Scamander (Animais Fantásticos e Onde Habitam), o bruxo das trevas Herpo (o Sujo) foi o responsável pelo primeiro basilisco.

Após experiências, Herpo descobriu a possibilidade de chocar um ovo de galinha através de um sapo, produzindo assim este animal extremamente perigoso. Por isso, sua criação é proibido. Dessa forma, o último exemplar que se tem notícia é o que foi morto por Harry Potter, e que estava morando na Câmara Secreta em Hogwarts.

Mitologia Grega

Na mitologia grega, o basilisco não diferencia muito do relatado pela J.K Rowling. De acordo com a lenda, a grande serpente assemelhava-se à cabeça da Medusa e seu poder de morte era tão forte, que se um cavaleiro o matasse com uma lança, seu veneno seguiria pela arma, matando não só o cavaleiro, mas também seu cavalo.

O único animal que podia enfrentar o Basilisco e vencê-lo era a doninha que lutava ferozmente contra ele. Outra coisa que assustava o Basilisco era o canto do galo. Talvez pela forma como a lenda relata o nascimento do monstro, este poderia morrer apenas ao ouvir o galo cantar.

Assim, depois de morto, a carcaça da criatura seguia para o templo de Apolo e Diana, bem como em casas para espantar aranhas.

Curiosidades sobre o Basilisco

Diversos escritores da Idade Médica, como Leonardo da Vinci, citam esta criatura. Na Bíblia também há uma passagem onde ela aparece: “Não olhes para o vinho, quando se mostra louro, quando resplandece no copo, e se escoa suavemente. No fim seu fim morderá como a cobra, e como o Basilisco picará”, Provérbios 23:31-32.

Um comentário em “Criaturas Fantásticas: O Basilisco existe de verdade?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Voltar ao topo