Di Lua | Inspirando você a viajar mais e viver experiências transformadoras

O Blog Di Lua te ajuda a planejar todas as etapas de sua viagem, desde a tirar passaporte até o que fazer em diversos lugares. Dicas de Viagem e Roteiros

5 lugares em Roma que precisam estar em seu roteiro pela cidade

Alguns lugares em Roma são clássicos e estão em todos os roteiro de viajantes que visitam  a cidade eterna, como a Fontana di Trevi e o Coliseu. Mas será que você conhece a história por trás desses monumentos?

Pensando nisso e na minha recente visita à capital italiana, preparei esse post com um breve relato desses locais, bem como o melhor horário para visitar e endereços escondidos que rendem boas vistas.

Ou seja, se você já está preparando uma viagem para Roma esse post é para você.

Lugares em Roma – Fontana di Trevi

lugares em Roma para conhecer lary di lua
Fontana di Trevi

Se você já tem viagem marcada para Roma, com certeza já pensou em ir na Fontana de Trevi, né!? Afinal, essa é uma das fontes mais bonitas da capital italiana e também a mais visitada. Por isso, já aviso que se você deseja tirar foto com ela vazia precisará ir antes das 07h.

Com 20m de largura e 26 de altura, ela tem origem no ano 19 a.C quando começou a ser construída como parte final do aqueduto Aqua Virgo. Já a fonte, propriamente dita, foi feita sob as ordens do papa Nicolau V durante o Renascimento. Ainda assim, o aspecto atual é de 1762 e o projeto de Nicola Salvi, finalizado por Giuseppe Pannini.

A Fontana di Trevi ganhou esse nome pois está no local de encontro de três ruas (Tre Vie). Outra curiosidade sobre ela é que, de acordo com uma lenda, se você jogar uma moeda você voltará à Roma novamente. Agora, se você jogar duas, você conhecerá um amor italiano. Para casar com ele, terá que jogar três. Essa tradição, que todos os anos rende mais de um milhão de euros doado à instituições, surgiu com o filme “A Fonte dos Desejos”, de 1954.

Circo Máximo

lugares em Roma para conhecer lary di lua

O Circo Máximo (Circus Massimo) é um dos lugares em Roma que também precisa estar em seu roteiro. Mas já ressalto que hoje em dia não existem ruínas no local, apenas um grande espaço aberto entre os montes Aventino e Palatino. Na antiguidade abrigava 300.000 espectadores ao longo de sua pista de areia,  com 600 metros de comprimento e 225 de largura.

Embora o local fosse palco de diversas competições, as mais famosas eram as corridas de carros. Nelas, os participantes tinham que dar sete voltas no Circo com suas pequenas carruagens puxadas por cavalos. A premiação consistia em grandes prêmios, prestígio e liberdade, já que muitos competidores eram escravos.

Simulação de batalhas entre jovens aristocratas romanos (Ludus Troianus) ou corridas a pé que duravam horas também eram comuns no Circo Máximo.

Lugares em Roma – Coliseu

Coliseu lugares em Roma para conhecer lary di lua

Parada obrigatória para quem visita Roma, o Coliseu tem quase 2.000 anos de história. O maior anfiteatro romano começou a ser construído em 72 d.C., no mandato do imperador Vespasiano, sendo concluído oito anos depois, no Império de Tito. Ele tem 188m de comprimento, 156m de largura e 57m de altura.

Na antiguidade, quando era conhecido como Anfiteatro Flávio, o local era palco de exibições de animais exóticos, batalhas entre gladiadores e execução de prisioneiros para mais de 50.000 pessoas. Naquela época, o Pão e Circo era o grande lema do Império Romano, portanto, as atividades de entretenimento aconteciam com frequência.

O Coliseu permaneceu ativo mais de 500 anos. No entanto, a partir do século VI, ele entrou em declínio, passando por saques, terremotos e bombardeios durante a Segunda Guerra Mundial. Ao longo dos anos, ele também foi usado como armazém, igreja, residência da nobreza e cemitério.

Já nos dias atuais, este é um dos lugares em Roma mais visitado pelos turistas, recebendo cerca de 6 milhões de pessoas por ano. A entrada na arena do Coliseu custa a partir de 21€ para turistas, mas você consegue ver sua magnitude e fotografá-lo de diversos pontos. O meu preferido é o Monte Ópio que fica bem próximo à saída da estação do Metrô.

Fórum Romano

Panteão visto da Praça do Capitólio

Do lado do Coliseu, o Fórum Romano também precisa estar em seu roteiro pela cidade. Afinal, lá era onde acontecia a vida pública e religiosa na Antiguidade, com seus diversos templos e a Cúria, onde as decisões políticas eram tomadas.

Com o fim do Império Romano o local acabou no esquecimento e foi enterrado aos poucos. Dessa forma, foi só no século XX, durante escavações para a construção do metrô, que encontraram esse importante local.

Ao caminhar pelas ruínas, você verá vestígios de templos dedicados à Saturno, Vênus, Rômulo; o Arco de Tito, construído em comemoração à vitória de Roma sobre Jerusalém; a Cúria, onde o Senado se reunia; a Via Sacra, a rua mais importante e que ligava a Piazza del Campidoglio (Praça do Capitólio) ao Coliseu.

A entrada ao Fórum Romano está incluso no bilhete para conhecer o Coliseu. Contudo, caso não queira entrar, você pode vê-lo da Praça do Capitólio (como eu fiz). Ao subir as escadas e chegar na Praça, siga pela direita e você chegará em um local com uma vista incrível para o Fórum.

Panteão

Por fim, não deixe de conhecer o Panteão de Agripa, o edifício mais conservado da Roma Antiga. Ele começou a ser construído no ano 126 d.C, nos tempos do Imperador Adriano, no mesmo local onde antes existia um outro Panteão (o de Agripa), mas que foi destruído por um incêndio em 80 d.C.

No século VII o local foi doado ao Papa Bonifácio IV, que o transformou em uma igreja. Tal fato é o que proporcionou sua impecável conservação, que impressiona qualquer um. Sua arquitetura é outro ponto relevante, afinal, o edifício tem o mesmo diâmetro que a altura: 43,30m. Sua cúpula é maior que a Basílica de São Pedro, além de ter um óculo de 8,92m que permite a entrada de luz natural.

Além de uma capela, hoje o Panteão é um dos lugares em Roma com um grande número de tumbas, inclusive dos reis da Itália, Vittorio Emanuele II e de seu filho, Umberto I, e do pintor renascentista Raphael Sanzio.

A entrada é gratuita.

Agora, se você deseja conhecer os pontos turísticos mais famosos de Roma, como Coliseu e Capela Sistina, você pode comprar seu ingresso fura fila aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Voltar ao topo