Di Lua | Inspirando você a viajar mais e viver experiências transformadoras

O Blog Di Lua te ajuda a planejar todas as etapas de sua viagem, desde a tirar passaporte até o que fazer em diversos lugares. Dicas de Viagem e Roteiros

5 coisas que ninguém te conta sobre fazer intercâmbio em Malta

Eu finalmente realizei meu sonho de fazer intercâmbio em Malta. Bom, se você é novo por aqui talvez não saiba, mas em 2019 eu fechei três meses de inglês (e acomodação) na ilha com uma agência ( eu contei tudo neste post). Eu saíria do Brasil no dia 13/03/2022, mas a pandemia do Covid 2019 foi declarada no dia 11/03/2022 e meu mundo virou de pernas para o ar.

fazer intercâmbio em Malta lary di lua

Primeiramente corri para cancelar voos, hospedagens e, assim, evitar perder muito dinheiro. Na época pensei que conseguiria vir em setembro de 2020. Mas a pandemia durou mais do que a gente imaginava e minhas expectativas para estar em Malta só aumentaram. 

Nesse meio tempo marquei e remarquei o intercâmbio várias vezes e até cheguei a cancelar o pacote com a agência e, por isso, paguei multa. Mas neste ano decidi que se eu não viesse agora eu não viria nunca. E então comprei passagem aérea, olhei hostel, cursos e acabei contratando 6 semanas de inglês e acomodação na ClubClass, uma escola de inglês maltesa. 

Dessa forma, fui para a Itália primeiro, onde conheci Roma e a Costa Amalfitana. Em seguida, no dia 05 de agosto, depois de um overbooking, cheguei em Malta. E confesso que meu primeiro pensamento foi: O que eu estou fazendo aqui!?  E esse pensamento continuou por alguns dias até eu me acostumar com o local e o ritmo da ilha. 

Por isso, a seguir te conto cinco coisas que ninguém te fala sobre fazer intercâmbio em Malta, mas que você precisa estar ciente.

Malta é diferente de tudo o que você conhece

A grande parte do estranhamento inicial com a ilha tem muito haver com sua característica. Quase todas as construções em Malta foram feitas com pedra calcária, ou seja, a cidade tem um tom amarelado predominante. Embora lugares como Valletta, a capital, tenha casas e prédios com janelas, portas e varandas coloridas, outras cidades não inovaram muito e o tom bege começa a cansar. Principalmente no verão de 40º C rsrs. Isso não é ruim, mas é diferente.

Do mesmo modo, a ilha está muito mais perto do continente africano do que do europeu, logo tem mais características de deserto. Ou seja, não tem árvores grandes ou florestas e a vegetação é mais rasteira.

Outra coisa diferente ao fazer intercâmbio em Malta diz respeito ao trânsito. Aqui os motoristas dirigem do lado direito, mão inglesa. Esse sistema foi adotado após a ilha ter sido governada pelos ingleses entre 1814 e 1930. Apesar da gente se acostumar com o tempo, no início é bem complicado e confuso. Afinal, não muda só o lado que o motorista dirige, mas toda a direção das rodovias, placas e sinalização. Portanto, sempre tenha muito cuidado ao atravessar a rua e prefira fazer isso na faixa de pedestre.

fazer intercâmbio em Malta Sliema lary di lua

Fazer intercâmbio em Malta: o inglês falado é o britânico

O domínio inglês também influenciou outra coisa em Malta: o idioma. Embora os malteses já tivessem uma língua oficial, com a chegada dos britânicos eles passaram a falar inglês, que se tornou o segundo idioma do país. Hoje a ilha é um dos destinos de intercâmbio mais procurado do mundo por causa disso. 

No entanto, o sotaque britânico pode ser um tanto “duro” para algumas nacionalidades, especialmente para os brasileiros rsrs. Isso porque estamos acostumados com o inglês norte-americano, que puxa mais o R, principalmente ao falar water, sorry e party. Apesar de não ser um grande problema, isso dificulta um pouco na hora de pedir algo em um restaurante ou conversar com pessoas com sotaques ainda mais fortes.

O inglês não é o único idioma falado na ilha, nem o maltês

Outra coisa que não te contam sobre fazer intercâmbio em Malta é que aqui se fala diversos idiomas e que isso pode dificultar o seu aprendizado. Acontece que a ilha se tornou um destino muito popular nos últimos anos, não só para aprender uma nova língua, mas também de férias. Portanto, é um lugar cheio de turistas falando os mais diversos idiomas. 

Dessa forma, durante a aula de inglês em Malta, um passeio ou uma ida ao supermercado você com certeza irá ouvir francês, japonês, turco, português, italiano e muitos outros idiomas. Isso não é um problema, mas se você não estiver focado, poderá levar um pouco mais de tempo para se soltar.

Minha dica é evitar vir no verão, quando a ilha está mais cheia e o calor insuportável rsrs. Também é bom fazer amizade com outras nacionalidades e não só com brasileiros. Embora seja mais fácil conversar em português, principalmente durante perrengues, você precisa ter colegas japoneses, turcos e colombianos para poder ter com quem conversar em inglês. Isso com certeza irá influenciar positivamente no seu aprendizado.

Ir às compras em Malta pode ser caro

A gente sabe que Malta é uma ilha e esquecemos como isso influencia em tudo, principalmente na hora de ir às compras. Primeiro porque aqui não tem rios, logo não tem água potável e o processo de dessanilização em Malta custa caro para o bolso e para a natureza. Ou seja, além de ter que comprar água mineral para tudo, a tarifa costuma ser mais cara. 

Como Malta é um país pequeno e sem água potável, ele produz menos que 20% dos alimentos que consome. Ou seja, quase tudo é importado, principalmente da Itália. Isso acaba tornando produtos alimentícios mais caros do que em outros países europeus. 

Vai ser inesquecível, mas depende de você

Apesar disso tudo, fazer intercâmbio em Malta irá te proporcionar experiências incríveis, não só pelas praias lindas e lugares cheios de história, mas também pela rapidez com que as coisas acontecem. Muitas pessoas vêm para estudar um mês, dois ou no máximo três meses, e isso faz com que desejemos aproveitar tudo e com bastante intensidade. Então é comum você fazer amizades sinceras logo no primeiro dia de aula, ter uma paixonite aguda por um estrangeiro(a) que conheceu na balada e assim por diante. E são essas coisas que vão tornar seu intercâmbio ainda melhor.

Agora, se você quer acompanhar meu dia a dia aqui em Malta de pertinho, me siga no Instagram @larydilua, pois estou mostrando tudo nos stories.

Confira abaixo como foi meu primeiro dia de aula

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Voltar ao topo