Di Lua | Dicas para você viajar mais

Inspirando você a viajar mais e a viver novas aventuras, por meio de dicas de roteiro e planejamento de viagens, dicas de lugares e de Goiânia.

Chapadas do Brasil: conheça a Chapada dos Veadeiros, dos Guimarães e Diamantina

chapadas do brasil vale da lua chapada dos veadeiros lary di lua
Vale da Lua, Foto: Laryssa Machado

Entre os principais destinos de ecoturismo do país estão as chapadas do Brasil, formações geográficas caracterizadas por relevo montanhoso com muitos rios, cachoeiras e grutas. Tais áreas, que ocorrem principalmente no Nordeste e Centro-Oeste brasileiro, se formaram há milênios a partir da ação do vento e das águas. As principais chapadas brasileiras são:

Chapada dos Veadeiros, dos Guimarães, Diamantina, das Mesas, Araripe e Parecis.

Chapadas do Brasil

Chapada dos Veadeiros

Cachoeira do Carrossel, Foto: Laryssa Machado

A Chapada dos Veadeiros está localizada no nordeste goiano e é um dos principais destinos de ecoturismo do país. São mais de 40 cachoeiras, grutas, vales e mirantes espalhados pela região, rica em espécies da fauna e flora do cerrado. A abundância de quartzo e do fato dela ser cortada pelo Paralelo 14, o mesmo que passa por Machu Picchu, no Peru, faz com que essa seja uma das Chapadas do Brasil que atrai o turismo de misticismo.

A região Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros é uma unidade de conservação localizada nos municípios de Alto Paraíso, Colinas do Sul, São João d’Aliança e Teresinha de Goiás. Até maio de 2017, o parque abrangia uma área de aproximadamente 65 500 hectares de cerrado de altitude. Desses hectares, 60% ficam em Cavalcante e os demais 40% em Alto Paraíso de Goiás. Ele foi criado em 1961, pelo então presidente Juscelino Kubitschek, para proteger áreas de enorme beleza, recursos hídricos, fauna e flora específicos do cerrado mais alto do país. Em dezembro de 2001 o parque foi incluído na lista do Patrimônio Mundial pela UNESCO.

Cachoeira Santa Bárbara, Foto: Laryssa Machado

As principais atrações são: Travessia das Sete Quedas, Cachoeira dos Saltos, Cachoeira do Carrossel, Vale da Lua, Cachoeira Santa Bárbara, Jardim de Maytrea, Cachoeira do Abismo, Povoado de São Jorge, Cachoeira Raizama, entre outras.

A cidade de Alto Paraíso é a principal base para quem quer conhecer a Chapada dos Veadeiros, juntamente com a Vila de São Jorge. Essa vila fica a 37km da cidade e a 700m da entrada do Parque Nacional. Contudo, montar base em Cavalcante é uma boa para quem quer explorar a Cachoeira Santa Bárbara.

Chapada dos Guimarães

Foto: Reprodução CVC

Localizada no Mato Grosso, a Chapada dos Guimarães está a 69 km de Cuiabá e compreende a capital mato grossense e a cidade homônima. O Parque Nacional, com 327km2, foi criado em 1989 após a intensificação de protestos contra atos do governo do estado em criar um complexo turístico nas proximidades a partir de 1984. 

O relevo desta Chapada apresenta grandes encostas de arenito vermelho, que chegam a 850m de altitude. De acordo com estudos, a Chapada dos Guimarães está em cima das placas geológicas mais antigas do planeta que passou por diversas transformações ao longo de 300 milhões de anos. Com o surgimento da Cordilheira dos Andes há 15 milhões de anos, a planície pantaneira foi afundada, criando assim a Chapada. Assim, sua paisagem é composta não só por cachoeiras e rios, mas também por fósseis, desertos, e sítios arqueológicos com pinturas rupestres e cerâmicas.

Cachoeira Véu da Noiva, Foto: Reprodução Mala de Viagem

A cachoeira Véu da Noiva, dentro do parque nacional é a maior atração da Chapada. No entanto, há várias outras na região, como as seis que fazem parte do Circuito das Cachoeiras, que é feito em 6h de caminhada. Há também o Circuito do Morro de São Paulo, trilha também de 6h por dentro da Chapada. Já no Vale do Rio Claro, circuito feito de carro 4×4, há lagunas e flutuações para banhos.

A cidade Chapada dos Guimarães é a base para quem quer conhecer o Parque e atualmente conta diversos hotéis e restaurantes.

Chapada Diamantina

Poço Azul, Foto: Reprodução site Um Viajante

A Chapada Diamantina, localizada no oeste do estado da Bahia, é uma região de serras onde nascem quase todos os rios das  bacias do Paraguaçu, do Jacuípe e do Rio de Contas. Com 1521 km², o Parque Nacional foi criado em 1985 e distribuído pelos municípios de Andaraí, Ibicoara, Iramaia, Itaetê, Lençóis, Mucugê e Palmeiras. Assim como as outras Chapadas do Brasil, essa é rica em biodiversidade e é rica em cachoeiras, vales e grutas.

A formação da bacia sedimentar do Espinhaço começou há cerca de 1 bilhão e 700 milhões de anos, a partir do preenchimento das depressões com materiais vulcânicos, areias e cascalhos. Posteriormente, as camadas de sedimentos foram erguidas pressionadas pela ação das placas tectônicas.

Morro do Pai Inácio, Foto: Reprodução Destinos Incríveis

Entre os  principais atrativos da Chapada estão: trilha de 500 metros que leva ao topo do Morro do Pai Inácio; Travessia do Vale do Pati, Cachoeira da Fumaça, Cachoeira do Buracão, Poço Azul e Poço Encantado.

A base principal para conhecer a Chapada Diamantina é a cidade de Lençóis, que possui uma maior estrutura turística. Entretanto, Mucugê, Vale do Capão e Igatú também oferecem atrações e boas opções de hospedagem. Uma alternativa para aproveitar ao máximo a Chapada é montar base em duas cidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Voltar ao topo