Di Lua | Inspirando você a viajar mais e viver experiências transformadoras

O Blog Di Lua inspira você a viajar mais e a viver experiências transformadoras, por meio de planejamento de viagens, história e dicas de lugares e de Goiânia

Sol Inimigo – o Drama do povo no Recanto das Araras

Faço parte de um Grupo de Criação e Produção em Cinema pela PUC GO, há um ano estamos trabalhando em um documentário que retrata a vida de pessoas portadoras do Xeroderma Pigmentoso.  O documentário Sol Inimigo – O drama do povo no Recanto das Araras será lançado durante o Festival Internacional de Cinema e Video Ambiental (FICA), que acontece todos os anos na Cidade de Goiás – GO.

Sinopse do Sol Inimigo

Sol Inimigo – O drama do povo no Recanto das Araras mostra o dia-a-dia dos portadores do Xeroderma Pigmentoso (XP), uma doença genética rara, hereditária e sem cura, que atinge parte das pessoas no Recanto das Araras, povoado do município de Fainas (GO).  A comunidade de Araras surgiu na década de 60, ramificado de famílias rurais e casamentos consanguíneos, entre primos, um costume decorrente do isolamento geográfico, além dos laços afetivos. E são essas uniões conjugais que favorecem a incidência do XP. Sem muita assistência e condições financeiras muitos portadores da doença encontram no trabalho braçal a única forma de renda, expondo a pele ao principal inimigo da doença, o sol.
Lançamento: Documentário Sol Inimigo — O drama do povo no Recanto das Araras
Data: 28/06/12
Horário: 19 horas
Local: Casa da Cora
Coralina, Cidade de Goiás
Estamos divulgando o máximo do documentário, nos ajudem também.
blog: http://solinimigo.blogspot.com.br/
Se você tiver facebook acesse:
http://www.facebook.com/profile.php?id=100003978162985
http://www.facebook.com/SolInimigo

Um comentário em “Sol Inimigo – o Drama do povo no Recanto das Araras

  1. Que bom henm!? Parabéns pelo blog, que evolução. Nunca deixo de passar por aqui, mas esse post (merece comentário), esse trabalho em que você ajudou, que lembro de trechos em minha memória, de alguns breves comentários, algumas discussões, coisa do gênero. Parabéns pelo projeto, espero ter oportunidade para poder aproveitar um pouco desse shangrilá.

    Brunno Santhiago

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Voltar ao topo