Di Lua | Inspirando você a viajar mais e viver experiências transformadoras

O Blog Di Lua te ajuda a planejar todas as etapas de sua viagem, desde a tirar passaporte até o que fazer em diversos lugares. Dicas de Viagem e Roteiros

Viagens pós pandemia: Como será viajar daqui pra frente?

Como será as viagens pós pandemia do coronavírus? lary di lua

Como serão as viagens pós pandemia?

Diante da crise do coronavírus, muitas pessoas tiveram que desmarcar suas viagens (inclusive eu).

E agora que alguns países europeus começam a flexibilizar a quarentena, os questionamentos em relação às viagens nacionais e internacionais pós pandemia começam a surgir. Como será daqui para frente?

Enquanto em grande parte do mundo as regras de isolamento começam a ser flexibilizadas, no Brasil ainda enfrentamos o aumento constante de contaminados pela covid-19.

Por isso, é essencial que todos que tem a possibilidade (privilégio) de ficar em casa, que fique.

Por outro lado, começou a circular notícias sobre como o mercado de turismo, um dos mais afetados pela pandemia, está se organizando para voltar suas atividades aos poucos.

Viagens pós pandemia: prevenção e rigor na higiene de hotéis

Tanto companhias aéreas como grandes redes de hotéis tem divulgado as medidas que estão tomando para prevenir o Corona Vírus. A maioria sobretudo relacionada a limpeza e a obrigatoriedade do uso de equipamentos de proteção individual, como luvas e máscaras.

No dia 27 de abril de 2020, o Airbnb anunciou que irá capacitar os anfitriões, por meio do Programa Avançado de Limpeza, sobre como higienizar os cômodos e lugares.

As acomodações que seguir as novas regras serão certificadas. Também será necessário um período de 24h entre uma estadia e outra para evitar os riscos de contaminação.

Contudo, o anfitrião que não conseguir seguir os novos padrões do Programa deverá optar pelo Intervalo entre Reservas, que define um período de 72h entre uma estadia e outra.

A rede AccorHotels, que propôs lançar um selo de qualidade de higienização, irá adotar novas práticas de limpezas.

Já a rede Marriott criou o Marriott Global Cleanliness Council, um conselho de limpeza global com uma série de regras para prevenir a contaminação pelo coronavírus.

Portanto, tal medida inclui o uso de desinfetante hospitalar na limpeza e sinalização a respeito do distanciamento social.

Reprodução: Folha de São Paulo

Novos procedimentos nos aviões e aeroportos

As companhias aéreas têm informado alterações no procedimento de limpeza de todas as aeronaves, incluindo assentos, cabines, caixas, mesas, banheiro e cozinha.

Em relação ao ar, todos os aviões comerciais possuem um sistemas de recirculação que renova o ar do avião a cada 3 minutos e removem quase 99% das partículas.

Ademais, muitas companhias aéreas suspenderam o serviço de bordo em voos de curta duração para prevenir a contaminação pelo vírus. Outras mudaram as embalagens para diminuir o risco de contágio.

Além disso, tem sido discutido o bloqueio temporário de alguns assentos dos aviões para aumentar o distanciamento entre as pessoas.

As viagens nacionais e internacionais pós pandemia também poderão ter restrição de bagagem de mão. A Air Asia e a Emirates tem permitido apenas notebook, bolsa, maleta de mão e itens de bebê na cabine.

A implantação de barreiras de proteção nos balcões de chek-in está sendo estudada, a fim de evitar aglomerações. Ademais, as companhias aéreas também estudam fornecer luvas e máscaras para os clientes.

Macacões impermeáveis, máscaras e viseiras de proteção agora fazem parte do uniforme da tripulação da Emirates.

A tendência é que a tripulação de todas as companhias aéreas passem a utilizar todos esses equipamentos de proteção daqui para frente. Além disso, a tripulação passará a ter banheiros exclusivos.

Aumento de preço 

Alguns países têm discutido regras específicas sobre a entrada ou não de estrangeiros até o final de 2020. Essas regras podem prejudicar quem optou por remarcar sua viagem para o segundo semestre.

Além disso, o bloqueio de assentos nos aviões poderá aumentar o valor das passagens áreas, principalmente das empresas Low Cost (preços baixos). Afinal, sem vender alguns assentos, os voos não se pagarão.

Até a publicação deste post, o Brasil já contava com 5.901 mortes e 85.380 casos confirmados por coronavírus, segundo o Ministério da Saúde, portanto fiquem em casa!

*com informações do site Melhores Destinos e Folha de São Paulo

Salve este post no Pinterest

Um comentário em “Viagens pós pandemia: Como será viajar daqui pra frente?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Voltar ao topo