Di Lua | Inspirando você a viajar mais e viver experiências transformadoras

O Blog Di Lua te ajuda a planejar todas as etapas de sua viagem, desde a tirar passaporte até o que fazer em diversos lugares. Dicas de Viagem e Roteiros

Diário de Viagem: vale a pena fazer compras no Saara?

Nosso penúltimo dia no Rio, 05 de maio, já estava todo programado: Museus, compras no Saara, Candelária e Lagoa Rodrigo de Freitas.

Entretanto, acordamos tarde e já chegamos no Centro do Rio de Janeiro, por volta das 10h, e por isso decidimos fazer compras primeiro, atividade que se estendeu até 12:30. Dessa forma, não consegui ir nos Museus.

Compras no Saara

Em 2011 quando fui ao Rio pela Primeira Vez, cheguei a ir na Rua Uruguaiana, mas não comprei muito. Como a viagem tinha sido organizada de última hora, e eu não tinha ido preparada para compras. Lembro-me que comprei apenas uma camiseta do Rio de Janeiro para mim, e uma sandália para minha mãe na Stylus.

Dessa vez, no entanto,  fui mais preparada, Comprei camisetas para meu irmão, novamente uma sandália para minha mãe na Stylus, e duas luminárias japonesas para a casa.  

Rio de Janeiro lary di lua (4)

O Saara é um grande polo comercial localizado no Centro Histórico do Rio de Janeiro. São mais de 800 lojas na região da Rua da Alfândega e do metrô Uruguaiana, voltadas para o comércio popular. A região foi originalmente ocupada por imigrantes no final do século XIX.

Igreja da Candelária

Rio de Janeiro lary di lua (5)

Após o almoço, fomos conhecer a Igreja de Nossa Senhora da Candelária, uma das principais da cidade. No inicio do século XVII, um navio chamado “Candelária” teria naufragado por causa de uma tempestade. Nele viajavam os espanhóis Antônio Martins Palma e Leonor Gonçalves, que teriam prometido construir uma capela à Nossa Senhora da Candelária caso escapassem com vida. A embarcação conseguiu aportar no Rio, e o casal mandou construir uma pequena igreja no local em 1609.

Rio de Janeiro lary di lua (8)

 O interior da igreja é revestido em mármore e as portas são trabalhadas em bronze. A fachada de arquitetura gótica, também apresenta traços neoclássicos. No teto a há painéis que contam a historia da igreja, e na cúpula representações de personagens do Antigo Testamento, a Virgem Maria e as Sete Virtudes.  

Lagoa Rodrigo de Freitas

Rio de Janeiro lary di lua (2)

  De lá, fomos para a Lagoa Rodrigo de Freitas, onde tomamos água de coco e apreciamos a vista.

A Lagoa é um dos atrativos do bairro de mesmo nome. Cercada por montanhas, sua orla conta com parques, quadras de esportes, ciclovia e heliporto. Além disso, é cheia de quiosques de comida. Seu nome foi uma homenagem ao capitão Rodrigo de Freitas, que ajudou o desenvolvimento da cidade.

Tire um final de tarde para conhecê-la, assim como fizemos.

Praia do Leme

Praia do Leme lary di lua
Blusinha que comprei no Saara

Em nosso último dia no Rio de Janeiro, optamos passar o dia no Leme, onde estávamos hospedadas no El Misti Leme. Como nosso voo voo estava marcado para as 21:40, mas nosso check-out era às 11h, deixamos as malas no hostel. Dessa forma, passamos o dia na praia e depois voltamos, às 18h, para tomar banho, pegar nossas coisas e ir para o aeroporto. E isso é um dos benefícios de se hospedar em hostel: poder deixar a mala lá sem precisar pagar uma nova diária.

2 comentários em “Diário de Viagem: vale a pena fazer compras no Saara?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Voltar ao topo