Di Lua | Inspirando você a viajar mais e viver experiências transformadoras

O Blog Di Lua te ajuda a planejar todas as etapas de sua viagem, desde a tirar passaporte até o que fazer em diversos lugares. Dicas de Viagem e Roteiros

Projeto literário: Um ano antes do mundo acabar

Segundo o calendário Maia o mundo vai acabar em 2012, essa profecia faz parte de um conjunto de 7 profecias criadas por esses povos,elas eram baseadas nas vivências espirituais e nos estudos dos planetas . Os maias foram uma civilização antiga que viveu na América pré-colombiana, eles desenvolveram um avançado sistema de escrita, de urbanização e arquitetura entre outros.

Profecia 2012

De acordo com a profecia, em 2012 ocorrerá grandes desastres naturais, e nós iremos desaparecer. Essa profecia é explicada pelo ciclo solar, chamado de Dia Galáctico (confira detalhes no site Dois Mil e Doze).

Mas o que 2011 tem haver com isso???  Tudo, pois é o ano antes do mundo acabar.             

Nos últimos anos estão ocorrendo grandes inundações, terremotos, nevascas, e em 2011 não será diferente. Com a grande quantidade de chuva os países subdesenvolvidos vão sofrer alagamentos, muitos pessoas ficarão desabrigadas. Os terremotos serão mais intensos, e ocorrerá mais furacões e ciclones. O inverno será tão forte, que nevará entre os trópicos. No Brasil entre os meses de Agosto e Outubro, época da seca na região Centro-Oeste, a temperatura chegará á 40º C.             

Qualquer vidente que se preze revelará o caos, pois 2011 é o ano anterior da grande profecia.    

obs.: texto de carácter fictício.

3 comentários em “Projeto literário: Um ano antes do mundo acabar

  1. Infelizmente essa é a nossa realidade. Não sei se acredito que o mundo vai acabar mesmo em 2012, mas uma coisa eu sei, vou aproveitar bastante esse ano, pois se o mundo acabar mesmo, morrerei feliz.
    Beijos, ótimo texto.

  2. Ah, amiga…eu não acredito muito que o mundo acabe em 2012, já que ainda tenho muito para fazer, depois de 2012…hehehe!
    Mas realmente, o homem tem que mudar! Nós, temos que mudar!
    😉

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Voltar ao topo