Di Lua | Inspirando você a viajar mais e viver experiências transformadoras

O Blog Di Lua te ajuda a planejar todas as etapas de sua viagem, desde a tirar passaporte até o que fazer em diversos lugares. Dicas de Viagem e Roteiros

Diário de Viagem: O Parque lotou e fomos conhecer a Cachoeira Raizama

A Cachoeira da Raizama é um dos atrativos próximo à São Jorge e uma boa alternativa caso o Parque Nacional esteja cheio.

cachoeira raizama chapada dos veadeiros lary di lua

De São Jorge à Raizama

No dia 13 de outubro, nos programamos para chegar no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros às 8h, contudo nos enrolamos. A caminho do parque, por volta das 08h30, algumas pessoas nos informaram que ele já estava lotado e, por isso, não receberia mais ninguém. O Parque tem capacidade para 700 pessoas e em épocas de feriado recebe muitos turistas. Voltamos até São Jorge e conseguimos transporte com o Uandersom ((62) 99997-1148) até a Cachoeira Raizama, que fica a 8km dali. Como fomos em um grupo com cerca de 18 pessoas, ele cobrou R$20 ida e volta.

Fazenda Raizama

Na entrada da fazenda Raizama, que por si só já é cheia de energia, há um palco para shows com fotos de lendas do rock e instrumentos livres para quem quiser tocar. Além disso, o local dispõe de banheiros e de um pequeno bar que sempre tem água para vender e na hora do almoço alguns quitutes, como torta de frango. No dia 13 de outubro, a entrada estava custando R$20, mas como estávamos em um grupo grande, o proprietário cobrou R$15 de nós.

Cachoeira

A Cachoeira é formada pelo encontro das águas do rio Raizama e do Rio São Miguel. Durante a trilha circular, o visitante pode se banhar em piscinas formadas nos trechos desses rios e admirar os cânions formados ao longo do rio São Miguel. A Trilha, que é mais curta e tranquila, tem apenas um trecho complicado, que é nas descidas em escadarias para os pontos para banho. O percurso total na trilha é de 2,6km, e por isso é a melhor pedida para quem vai com crianças ou pessoas mais velhas.

Contudo, durante o percurso da trilha, o meu grupo acabou “passando reto” pelas piscinas naturais formadas entre os cânions (por falta de sinalização), seguindo direto para a cachoeira da Raizama e voltando para a portaria. O guia então propôs voltar conosco e mostrar o caminho certo. Dica: preste bastante atenção na explicação da entrada e na hora que chegar no primeiro mirante dos cânions, siga pela esquerda.

Por ser de fácil acesso e ter uma trilha mais curta, a Raizama é uma ótima opção para quem está com crianças ou não tem tanto preparo físico para encarar o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros.

Assista ao vlog do meu dia na Raizama aqui

E você? Gosta de viagens assim? já ouviu falar da Chapada dos Veadeiros? Comente aqui:

4 comentários em “Diário de Viagem: O Parque lotou e fomos conhecer a Cachoeira Raizama

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Voltar ao topo