Di Lua | Inspirando você a viajar mais e viver experiências transformadoras

O Blog Di Lua te ajuda a planejar todas as etapas de sua viagem, desde a tirar passaporte até o que fazer em diversos lugares. Dicas de Viagem e Roteiros

5 Comidas Típicas de Goiás para você experimentar na sua próxima viagem

Esses dias produzi um vídeo sobre as comidas típicas de Goiás para o Projeto Elas pelo Brasil, do qual faço parte, e resolvi trazer esse tema aqui para o blog também. 

5 Comidas Típicas de Goiás lary di lua
Arroz com pequi

A ocupação do território goiano teve início no século XVIII com as bandeiras, mas antes da chegada dos portugueses, diversos povos indígenas já ocupavam essa região do Brasil. 

Por isso, a gastronomia do estado tem influência não só desses povos, mas também dos africanos, como aconteceu no restante do país.

Além disso, o próprio cerrado contribui para uma culinária única, sendo responsável por comidas como: arroz com pequi, frango com guariroba, doce de murici e suco de buriti.

1.Pequi 

Me desculpem os Mineiros, mas o pequi é nosso. Esse fruto típico do Cerrado tem o tamanho de uma maçã. No entanto, tem a casca verde, que cobre um caroço cheio de espinhos e revestido por uma polpa macia e amarela. Por isso, na hora de comer o pequi, o correto é roer o fruto com muito cuidado.

5 Comidas Típicas de Goiás lary di lua

A frutificação dele ocorre entre novembro e janeiro. Nessa época, é muito comum encontrá-lo nas bancas das feiras e nos restaurantes ao molho, no arroz ou servido com frango e guariroba. O pequi geralmente é usado também em recheio de salgados, como pastéis e empadão.

Mas não é só isso, tem também conserva de pequi, geleia, pimenta e até doce.

2.Pamonha – uma das principais comidas típicas de Goiás

5 Comidas Típicas de Goiás lary di lua
Imagem: reprodução GSHOW

Em segundo lugar do nosso top de comidas típicas de Goiás, está a pamonha, um quitute de origem índigena, que é feito à base de milho.

No estado, você vai encontrar pamonha de sal, de doce e a moda. Essa última geralmente é recheada com linguiça, salsinha e até quiabo. Ah, todas elas com queijo.

Com a safra do milho em janeiro, as famílias e amigos geralmente se reuniam em uma pamonhada. Afinal, é preciso muita gente para descascar, cortar, limpar e ralar o milho.

Depois ainda é preciso fazer a massa, amarrar e cozinhar. Enfim, fazer pamonha é um evento que dura o dia todo.

3.Empadão Goiano

A empadinha é conhecida em quase todo o Brasil, mas a versão goiana desse salgado é assada em forma de barro, além de ser mais recheada e maior.

Não se sabe ao certo a origem do empadão goiano, mas não dá para vir  ao estado e não experimentá-lo. Tradicionalmente feito de farinha de trigo, ele leva frango,pedaços de linguiça, podendo ter ainda gueroba (um tipo de palmito do cerrado) e pequi.

Além disso, essa é uma das comidas típicas de Goiás que você geralmente encontra nas cidades turísticas, como Pirenópolis, Cidade de Goiás e Caldas Novas.

4. Galinhada

Apesar da galinhada, ou seja, arroz com frango, também ser um prato de Minas Gerais, a versão goiana geralmente leva pequi.

Essa é uma das comidas típicas de Goiás que tem origem no século XVIII com as bandeiras. A galinha era a principal fonte de proteína dos portugueses que viajavam ao interior do Brasil em busca de ouro. Era fácil comprar nos sítios de beira de estrada, bem como fazê-las.

Com o passar dos anos, ela se transformou em comida dos festejantes, muito comum em festas religiosas. Além disso, a galinhada é um prato típico do Sábado de Aleluia, dia santo católico que antecede a Páscoa.

A versão goiana dessa comida leva milho, pequi, guariroba, açafrão, pimenta e muita cebolinha verde. 

5. X-salada 

5 Comidas Típicas de Goiás lary di lua

Ok, esse tipo de sanduíche existe em outros lugares do Brasil também, mas aqui esse lanche é tão tradicional que em outubro de 2020, os Pit Dogs foram declarados Patrimônio Cultural e Imaterial do Estado.

Existem diversas variações, e o meu preferido é x-tudo e o x-bacon, com adicional de batata palha, milho e uma fatia de abacaxi.

Agora eu vou te contar um segredo: dizem que quanto mais velha a chapa, ou seja, sujinha de óleo, mais gostoso será o seu lanche, haha. E não se esqueça de pedir um molho verde, ein!?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Voltar ao topo